Anvisa proíbe venda de novos chocolates da Kinder

Foto: Metrópoles
Caso o consumidor tenha adquirido o produto, a recomendação é não consumi-lo e procurar a Ferrero do Brasil por e-mail ou telefone
Por: Rebeca Borges
Categoria: Nacional

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, na quarta-feira (27/4), a venda, distribuição e importação de novos produtos da marca Kinder, fabricados na Bélgica pela empresa Ferrero.

Os chocolates da empresa têm sido alvo de proibições ao redor do mundo após um surto de salmonela comunicado por autoridades internacionais.Com a nova determinação, ficam proibidas as vendas dos produtos Schoko-Bons fabricados na Bélgica. A medida foi publicada após a Ferrero do Brasil informar ter identificado a venda de lotes do chocolate importados por terceiros em território nacional.

Segundo a Anvisa, o produto é fabricado nos sabores cacau e branco e está disponível em embalagens de 46g, 125g, 200g e 300g. O recolhimento voluntário dos chocolates já foi iniciado pela empresa.

Caso o consumidor tenha adquirido o produto, a recomendação é verificar se o país de fabricação é a Bélgica. Em caso positivo, a orientação é de não consumir o chocolate e entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da Ferrero, pelo telefone 0800 701 6595, e e-mail sacbrasil@ferrero.com.

Outras medidas

No início de abril, a Anvisa proibiu a venda, distribuição e importação de produtos da marca Kinder. Embora o Brasil não esteja entre os países de destino dos produtos, a agência decidiu publicar a medida de forma preventiva.

A agência também notificou a Ferrero do Brasil a prestar esclarecimentos sobre os produtos e sobre o controle de importação por terceiros.