jovens ianomâmi são recrutados para trabalho no garimpo ilegal, em troca de armas e cachaça

Foto: G1 RR
Maior reserva indígena do Brasil, a Terra Yanomami é alvo de garimpeiros há anos. Estima-se que 20 mil invasores estejam atuando na reserva. Problemas gerados pela mineração ilegal são apontados como estimuladores do recrutamento.
Fonte: G1
Por: Caíque Rodrigues e Vanessa Fernandes
Categoria: Roraima

Meninas e mulheres indígenas exploradas sexualmente em troca de comida e comunidades entrando em conflito armado entre si. As duas situações foram registradas no mesmo local: a Terra Indígena Yanomami (TIY). Mas, essa não é a única coincidência. Ambas foram provocadas pela exploração ilegal e indiscriminada de minérios dentro da reserva.

A região é explorada por garimpeiros há anos, que buscam minérios como ouro e cassiterita, usada na fabricação do estanho. Estima-se que cerca de 20 mil invasores estejam infiltrados no território. Apesar de proibida em reservas indígenas, atualmente, o Congresso tenta liberar não só a mineração, como a exploração de hidrocarbonetos e geração de energia elétrica.