Boa Vista relaxa uso de máscara em locais fechados mas mantém em hospitais e transporte público

Foto: Reprodução
Decreto com orientações foi publicado no Diário Oficial do Município desta quarta-feira (6). Uso em locais abertos deixou de ser obrigatório desde 8 de março.
Fonte: G1
Por:
Categoria: Extremo Norte TV

A prefeitura de Boa Vista publicou nesta quarta-feira (6) o decreto que libera o uso de máscaras em locais fechados, no entanto, com algumas exceções como em hospitais e no transporte público (veja lista abaixo).

O anuncio da prefeitura ocorreu um dia após o governador do estado, Antonio Denarium (PP), desobrigar em todo o estado o uso de máscaras em locais abertos e fechados, nesta segunda-feira (4).

O novo decreto também libera o funcionamento do comércio sem restrições de horário e lotação. A medida já está em vigor.

As unidades de ensino ficam autorizadas a criar protocolos de uso ou não de máscaras de proteção individual e demais cuidados no âmbito de suas dependências.

 

Apesar da flexibilização, a prefeitura reforçou que a população deve continuar mantendo os cuidados sanitários contra a covid-19 e se vacinem para garantir a redução do risco de adoecimento ou agravamento pela doença (confira aqui os locais de vacinação).

O uso de máscaras em Roraima se tornou obrigatório no dia 27 de maio de 2020, quando o estado ainda registrava 2.682 casos conhecidos de Covid e 102 mortes. Atualmente, são 155.218 infecções confirmadas e 2.146 óbitos. Outras 20 mortes estão em investigação, conforme a Secretaria de Saúde.

Em Boa Vista, o uso de máscaras em locais abertos deixou de ser obrigatório em 8 de março.

Locais e situações com uso obrigatório

  • Locais de serviços de saúde como: Hospitais, postos de saúde, laboratórios, clínicas, consultórios, farmácias e drogarias;
  • Veículos de transporte remunerado privado individual de passageiros por aplicativo ou por meio de táxis e táxis-lotação;
  • No transporte público coletivo através de ônibus e nos seus locais de embarque e desembarque;
  • Por pessoas que apresentem sintomas de Covid-19 ou Gripe, ou que tenham tido contato com caso suspeito ou confirmado de Covid-19.