Brincadeira de adolescentes: jovens espalham áudios sobre “massacre” em escola de Rorainópolis e são chamados pela polícia

Foto: Reprodução
Polícia Civil identificou e ouviu um jovem e vai intimar o outro para prestar esclarecimentos
Por:
Categoria: Extremo Norte TV

Pais de alunos da Escola Estadual José de Alencar em Rorainópolis, no Sul de Roraima, foram surpreendidos nesta quarta-feira (4) com áudios em grupos de WhatsApp que relatavam um possível massacre na unidade.

Dessa forma, depois dos áudios, populares divulgaram um comunicado pedindo para que os pais não mandassem os filhos à escola.

“Pais e responsáveis por alunos da Escola José de Alencar, evitem mandar seus filhos para à escola. Há boatos de que haverá um massacre na escola. Repassem ao máximo possível de pessoas. Vamos orar pelos nossos filhos. Pelas nossas escola”, diz o texto.

A Polícia Militar de Roraima (PMRR) afirmou que ao tomar conhecimento do fato reforçou o policiamento na escola a fim de prevenir qualquer atentado.

Já a Polícia Civil de Roraima (PCRR) afirmou que a Delegacia de Rorainópolis identificou e ouviu um adolescente de 15 anos.

Conforme a nota, o jovem confessou ser o autor das mensagens e disse que as conversas postadas em grupo de WhatsApp não passaram de uma brincadeira.

Ainda de acordo com a PCRR, o rapaz disse que um outro adolescente, participante do grupo foi quem divulgou os áudios com intuito de assustar outras pessoas.

A delegacia informou ainda que vai intimar o jovem que encaminhou as mensagens de voz para prestar
esclarecimentos. O caso segue em investigação.