Catador de recicláveis morre três dias após ser agredido com pauladas na cabeça em Boa Vista

Foto: Reprodução
Alexandro Lopes da Silva, de 35 anos, foi agredido enquanto trabalhava, no bairro Santa Tereza.
Fonte: G1
Por:
Categoria: Roraima

Um catador de recicláveis, identificado como Alexandro Lopes da Silva, de 35 anos, morreu três dias após ser agredido a pauladas no bairro Santa Teresa, zona Oeste de Boa Vista. A informação foi divulgada neste sábado (23) pela Polícia Civil. O agressor não foi identificado.

Alexandro Lopes morreu nessa sexta-feira (21) no Hospital Geral de Roraima, onde estava internado. As agressões ocorreram no último dia 18, enquanto ele trabalhava pelo bairro. A Polícia Civil investiga o caso como homicídio.

Segundo a Polícia Civil, a irmã da vítima registrou um Boletim de Ocorrência no 3° Distrito Policial, dois dias após o crime, e informou que ele era morador de rua. Ela também contou que o irmão havia sido agredido com golpes na cabeça e tinha problemas mentais.

A mulher relatou, ainda, que a vítima carregava uma sacola com latinhas para vender e decidiu subir em um coqueiro. Na ocasião, o agressor passou pelo local, pegou a sacola e saiu correndo. Inconformado, Alexandro seguiu o suspeito e acabou sendo agredido.

Na tarde da última quinta-feira (21), a irmã da vítima procurou o 1° Distrito Policial e informou que o irmão havia morrido devido às agressões, conforme a Civil.

O caso é investigado pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH) e somente com o aprofundamento das investigações, a Polícia Civil poderá apresentar mais detalhes sobre ele. A população pode ajudar com informações que contribuam com a investigação, através do número 181.