EUA orientam população a evitar viagens ao Brasil, México e Chile

Foto: PIXABAY
Países foram definidos como pertencentes à categoria 4 de transmissão da Covid-19, o que significa 'risco muito alto'
Fonte: R7
Por:
Categoria: Internacional

O governo dos Estados Unidos decidiu pôr Brasil, México, Chile e outros nove países e territórios na categoria 4 de transmissão da Covid-19, definida como risco “muito alto”, razão pela qual aconselhou seus cidadãos a não viajar para esses locais.

Além de Brasil, México e Chile, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) incluíram Equador, Paraguai, Filipinas, São Vicente e Granadinas, Cingapura, Moldávia, Kosovo, Anguila e Guiana Francesa na categoria 4.

O que você precisa saber sobre os autotestes de Covid

O nível 4 significa um alerta de “não viaje” para o país em questão e, caso seja imperativo realizar essa viagem, o CDC recomenda estar totalmente vacinado e adverte que, ainda assim, existe o risco de contrair a doença.

Na segunda-feira (31), a FDA, agência reguladora de medicamentos dos EUA, aprovou integralmente a vacina contra a Covid-19 da Moderna, que até agora tinha autorização para uso emergencial.

Em comunicado, o regulador americano explicou que, após essa medida, a vacina será comercializada sob o nome de Spikevax “para prevenir a Covid-19 em indivíduos com 18 anos ou mais”.

O imunizante da Moderna havia sido aprovado para uso emergencial nos EUA para idosos em 18 de dezembro de 2020 e foi a segunda vacina a obter aprovação total da FDA, após a da Pfizer.

A comissária da FDA, Janet Woodcock, observou que a aprovação total “pode incutir maior confiança na tomada de decisão de se vacinar” entre a população.

Segundo dados do CDC, mais de 211 milhões de pessoas (63,8% da população) completaram o esquema de vacinação nos EUA, enquanto 87,8 milhões (41,5%) já receberam a dose de reforço.