Homem é condenado a 4 anos de prisão por derrubar portão, invadir residência e agredir ex-mulher

Foto: Reprodução
Em julho, o homem quebrou a porta da residência, invadiu o local, agrediu a filha da vítima e ameaçou a ex-mulher e a irmã dela de morte com uma faca
Fonte:
Por:
Categoria: Roraima

O Ministério Público de Roraima (MPRR) obteve na Justiça a condenação de Gleyson Antônio da Silva Mateus. Ele recebeu pena de quatro anos de prisão pelos crimes de lesão corporal, ameaça, invasão de domicílio, danos patrimoniais, bem como descumprimento de medidas protetivas. Ele cometeu os crimes contra a ex-mulher, contra a filha e a irmã dela.

Além disso, o juiz de Violência Doméstica, Jaime Plá, sentenciou o réu a pagar R$ 5 mil à vítima por danos morais. A sentença foi dada no último dia 20.

O crime ocorreu em julho deste ano, quando Gleyson derrubou o portão da casa da vítima com um veículo. Ele ainda quebrou a porta da residência, invadiu o local, agrediu a filha da vítima e ameaçou a ex-mulher e a irmã dela de morte com uma faca. Tudo na presença de um menor de idade.

O réu só parou com as agressões depois da chegada da Polícia Militar de Roraima (PMRR) que teve, inclusive, de fazer uso de balas de borracha para contê-lo.

Gleyson está recolhido no sistema prisional desde a ocasião do crime e, de acordo com a sentença, não poderá recorrer em liberdade.

O promotor Hevandro Cerutti, afirma que a condenação é uma vitória na semana em que se comemora o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher.

“As penas previstas na legislação, infelizmente, são pequenas se compararmos com a gravidade e com os traumas que casos como esse geram nas vítimas, o que impede maior repressão por parte do Ministério Público e do Poder Judiciário. Independente disso, nosso esforço é para que os agressores não fiquem impunes”, concluiu o promotor.