Jiboia de um metro invade sala de aula e assusta alunos em escola de Boa Vista

Foto: Reprodução
Caso ocorreu na Escola Estadual Gonçalves Dias, no Centro de Boa Vista, na manhã desta terça-feira (15). A "jiboia estudiosa" foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros e ninguém ficou ferido.
Fonte: G1
Por:
Categoria: Roraima

Alunos da Escola Estadual Gonçalves Dias, no Centro de Boa Vista, receberam na manhã dessa terça-feira (15) a visita de uma colega de classe inesperada: uma jiboia com cerca de um metro. A cobra invadiu a sala e assustou o estudantes, professores e os funcionários da unidade.

Um vídeo registrou o momento em que a jiboia foi “convidada a se retirar da sala de aula”. A captura da cobra foi assistida pelos alunos, que, curiosos, se reuniram no corredor para acompanhar a cena.

A cobra estava enrolada em uma das carteiras, em meio aos livros didáticos e materiais escolares. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a captura. Antes da chegada da equipe, os alunos já tinham sido retirados da sala de aula. Apesar do susto, ninguém se feriu.

Jiboia invade escola e é resgatada pelos Bombeiros em Roraima — Foto: Reprodução/instagram/Roraima24h
Jiboia invade escola e é resgatada pelos Bombeiros em Roraima — Foto: Reprodução/instagram/Roraima24h

A jiboia, como a encontrada na sala, é uma espécie comum no estado, conforme o pesquisador ecólogo da Universidade Federal de Roraima, Whaldener Endo. Ela se destaca pelo grande porte e possui hábitos alimentares diversificados. Roedores, morcegos e aves fazem parte do seu cardápio.

Em nota, os Bombeiros informaram que o animal estava bem e não apresentava lesões aparentes. Depois da captura, a cobra foi solta para continuar os “estudos” na mata, o seu verdadeiro habitat natural.

Características da espécie

A jiboia vive em média 20 anos, pode atingir três metros de comprimento e chega a pesar 15 quilos. Segundo especialistas, a jiboia não é venenosa, mas mata as presas por constrição – ela envolve pequenos mamíferos, inclusive pequenos filhotes de cães, aves e roedores, para sufocá-los e depois comê-los. O animal costuma viver em árvores de matas fechadas e úmidas.