Jovens resistem a abordagem e são presos com 81 trouxinhas de crack

Foto: Reprodução
Parte da droga foi encontrada no ralo do banheiro da residência
Fonte: Folha BV
Por:
Categoria: Roraima

J.J.S.N. e E.M.A.S.A., ambos de 18 anos, foram presos com 81 trouxinhas de crack, em uma residência conhecida como “boca do macaco”, no bairro São Bento, na noite dessa quarta-feira, 30. Os invólucros estavam escondidos no ralo do banheiro da casa.

A prisão foi efetuada pelo Reforço Setorial do Segundo Batalhão da Polícia Militar (2°BPM), que informou a reportagem que a equipe estava em patrulhamento ostensivo quando avistou J.J.S.N. em frente à residência, que já é conhecida pelas guarnições da Polícia Militar (PMRR), segurando algo em sua mão, em atitude suspeita.

Ao avistar a viatura, o jovem teria esboçado reação de susto, motivo pela qual a guarnição resolveu efetuar a abordagem, porém, o suspeito não teria obedecido, empreendeu fuga para dentro da casa quebrando uma cerca de madeira cheia de pregos e ripas, para dificultar a passagem dos policiais.

Ainda de acordo com a polícia, durante o acompanhamento ao suspeito foi possível verificar ele jogando o objeto que estava segurando em cima de uma cama, que estava E.M.A.S.A. com a sua esposa.

Ao verificar o que seria o objeto, foi constatado se tratar de uma pedra de crack. Ao realizar buscas pela residência foram encontrados 80 invólucros pequenos também de crack, dentro de um vidro escondido no ralo do banheiro. Além de R$ 107 em notas trocadas.

Aos policiais, J.J.S.N. disse ser usuário de drogas e que os entorpecentes pertenciam a E.M.A.S.A., que negou. A guarnição disse, ainda, que os suspeitos reagiram a prisão e foi necessário o uso de técnicas policiais de  imobilização.

Diante dos fatos, os jovens e o material foram apresentados na Central de Flagrantes para as providências legais e cabíveis.

Para a delegada de plantão, E.M.A.S.A., disse vender drogas há três meses, pois de acordo com ele, a esposa teve filho recente e as coisas ficaram difíceis.