Ladrão se passa por policial para roubar casa de embaixada dos EUA

Foto:
Os assaltantes fugiram com um par de brincos de diamante e R$ 400 em dinheiro. O caso é investigado pela delegacia do Lago Sulv
Por: Marielle Pinheiro, Carlos Carone
Categoria: Internacional

Um criminoso passou-se por policial civil para abordar um casal que estava em uma casa alugada pela Embaixada dos Estados Unidos, no Setor de Mansões Dom Bosco (SMDB), no Lago Sul. O caso ocorreu por volta das 22h dessa segunda-feira (4/4).

A coluna apurou que um dos suspeitos foi visto, já dentro do imóvel, por uma jovem de 21 anos. Ela estava com o namorado, um americano também de 21, filho de funcionários da embaixada.

Ao ser questionado sobre o que estava fazendo no local, o ladrão se identificou como policial civil e afirmou que estava apurando um crime no local.

Logo em seguida, o comparsa do assaltante apareceu segurando uma barra de ferro e começou a questionar onde estava o dinheiro. As vítimas foram levadas para o escritório enquanto a dupla vasculhava a casa.

Sem encontrar objetos de valor, os suspeitos levaram os reféns para uma suíte. Eles passaram a questionar sobre a localização de um suposto cofre e pediram itens de valor.

O jovem mostrou onde estavam guardadas as joias. Mesmo colaborando, o casal foi ameaçado durante toda a ação e teve de permanecer de cabeça baixa. Furiosos, os autores chegaram a falar que, caso não encontrassem nada, levariam o rapaz com eles.

Os assaltantes também chegaram a cogitar invadir a casa da frente, mas desistiram. Eles fugiram com um par de brincos de diamante e R$ 400 em dinheiro.

O caso é investigado como roubo com restrição de liberdade pela 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul). Os criminosos ainda não foram localizados.