Mãe denuncia que filha está sem ir às aulas por falta de transporte do governo

Foto: Divulgação
Cerca 50 ônibus estão parados na Cidade da Polícia Civil; Governo recebeu os veículos há quase um ano
Por:
Categoria: Extremo Norte TV

Maria Lenir, mãe de uma aluna da Escola Estadual Venceslau Catossi, na vicinal 7, região do Apiaú, em Mucajaí, denunciou à reportagem que a filha está sem ir às aulas desde o início do ano letivo por falta de transporte. Ela relatou o caso nesta quarta-feira (30).

De acordo com Maria, o Governo do Estado informou aos moradores que o transporte seria enviado em fevereiro para os alunos. Contudo, o veículo ainda não chegou.

“O governador ficou de mandar o transporte mês passado e ele não mandou. Aí disse que ia mandar na segunda-feira e nada. Chegou na quinta e nada. Então eu fui na escola e me entregaram material escolar para a menina estudar em casa novamente, mesmo tendo aula na vila”, disse.

Ela relatou ainda que os alunos que estão comparecendo às aulas estão utilizando recurso próprio. Além disso, ela também contou sobre a falta de professores na unidade.

“Os alunos que estão indo estão comprando gasolina, só com o recurso do aluno para estudar. E não têm só dois, três alunos, são vários alunos na vicinal 7 do Apiaú. Precisamos de transporte escolar e não veio ainda [… ] e professor… não tem professor, não está tendo, vai um professor, vai dois e o resto não aparece de jeito nenhum”, denunciou.

Ônibus parados

Por outro lado, no último dia 21, recebemos a denúncia de que cerca de 50 ônibus escolares estão parados na Cidade da Polícia Civil, em Boa Vista.

O governo recebeu os veículos em maio de 2021 e realizou a solenidade de entrega em junho do mesmo ano. No dia 1º de julho do mesmo ano, fez uma carreata para exibir os 49 ônibus que integram o Programa Caminho da Escola do Governo Federal.

Apesar de terem sido adquiridos no ano passado, somente no último dia 17, cinco dos 49 ônibus começaram a atender estudantes da zona Rural de Boa Vista.

O governo encaminhou os cinco veículos escolares para assistir algumas rotas das regiões do Bom Intento e do P.A. Nova Amazônia. Ou seja, ainda ficaram 44 ônibus parados na Cidade da Polícia Civil.

Contudo, a Secretaria Estadual de Educação (Seed) disse em nota que, para os ônibus entrarem em atividade, eles precisam ser tombados.