Moradores denunciam precariedade de pontes em vicinais de Caracaraí

Foto: Reprodução
Moradores dizem que problema antigo se agrava no período chuvoso com riscos de acidentes
Por:
Categoria: Extremo Norte TV

Moradores denunciaram à reportagem, nesta quarta-feira (16) a precariedade de duas pontes localizadas nas vicinais 03 e 04 da vila de Apurui, em Caracaraí, região Sul de Roraima.

Em um vídeo é possível ver as condições de uma das pontes que se encontra deteriorada.

De acordo com o morador Welligton Sousa, o problema que é antigo, piora durante o período de inverno.

Em uma das pontes que era uma bueira, foi feita uma ponte por parte dos moradores, porque o município de Caracaraí nunca se manifestou, então os moradores se juntaram e fizeram. Só que agora, caiu também devido ao inverno. […] Já está pra começar o inverno de novo e nunca arrumaram”, explicou.

Condição das estradas

Ainda conforme Welligton, a estrada da região também se encontra em péssimas condições para o tráfego e que há anos não é feita manutenções no local.

“A estrada só Jesus na causa. A estrada tem muito tempo que ninguém da manutenção, logo, a ‘bueira’ se quebrou e caiu. Nós queremos que os responsáveis por Caracaraí olhem. A outra [ponte] tem o mesmo problema.

Dificuldades

Welligton relatou que o ônibus escolar, responsável pelo transporte dos alunos, não realiza o trajeto inteiro devido a ponte quebrada.

“O ônibus só vai até a ponte e os pais dos alunos tem que levar os filhos ate o local. Essa ponte quebrada é muito longe e nem todos os pais tem transporte para levar e trazer os filhos.”

Riscos de acidentes

O morador ainda relata riscos de acidentes nos local com um ônibus que fazia o transporte escolar de crianças.

“Certa vez, quase ocorreu um acidente. Um ônibus quase não passou por conta de uma dessas pontes. Os moradores tiveram que ir até o local, colocar pedaços de madeira para que o ônibus passasse e deixasse os alunos”, explicou.

Pedido

Desse modo, welligton ressaltou que os moradores apenas pedem que o problema seja resolvido.

“O que a gente quer é que eles [ poder público] veja mais a nossa situação e mande ajeitar a estrada e as pontes, senão como que as crianças e os jovens vão estudar?”

Citada

Entramos em contato com o governo estadual e a prefeitura do município para posicionamento sobre o caso e aguarda retorno.