Moradores do Bairro Jardim Olímpico ficam ilhados após queda de ponte

Foto: Folha BV
O bairro tem três pontes que dão acesso ao Jóquei Clube, no entanto, todas ficaram interditadas após alagamentos causados pelas chuvas
Fonte: Folha BV
Por: Folha web
Categoria: Roraima

Nesta quinta-feira (19) os moradores do Jardim Olímpico amanheceram ilhados devido à queda da principal  ponte do bairro. A passagem sobre o igarapé Wai é a única rota de ônibus com direção ao Centro de Boa Vista.

O bairro tem três pontes que dão acesso ao Jóquei Clube, no entanto, todas ficaram interditadas após alagamentos causados pelas chuvas da noite anterior, impossibilitando o tráfego de veículos pelo local.

Segundo o morador Leandro de Sousa, 21, a ponte de madeira existe há mais de 20 anos e sofre problemas sempre que chove. Ele reclama que a passagem nunca passou por uma reforma. “É um descaso. A principal via de acesso e única rota do transporte público do bairro é uma ponte que está há mais de 20 anos aguentando enchentes. Nós não temos condições de sair de casa para trabalhar hoje sem arriscar a vida atravessando essa lama e a ponte que está quebrada”, disse.

Outro lado

Em nota, a Prefeitura de Boa Vista informou que equipes da Patrulha da Chuva e Defesa Civil Municipal estão nas ruas desde as primeiras horas da manhã acompanhando a situação. Confira a nota na íntegra:

As equipes da Patrulha da Chuva e Defesa Civil Municipal estão nas ruas desde as primeiras horas da manhã acompanhando a situação e atendendo aos chamados da Central 156. De acordo com os pluviômetros da Defesa Civil distribuídos pela capital, choveu nas últimas 24h entre 64 e 103mm em Boa Vista.

A Defesa Civil Municipal esteve no bairro Jardim Olímpico, onde foi feito o cadastramento de famílias que necessitam de remoção até a casa de parentes e amigos.

Uma equipe da Patrulha da Chuva irá até o bairro, mas é importante que o cidadão entre em contato com a Central 156, e repasse detalhes sobre o local, como nome da rua e pontos de referência, para que as equipes possam ir até os trechos citados para verificar a situação.

 Além disso, a Prefeitura pediu que a população entre em contato com a Central 156 e repasse detalhes sobre o local, como nome da rua e pontos de referência, para que as equipes da Patrulha da Chuva possam ir até os trechos citados para verificar a situação.