Obra inacabada em ponte causa risco a moradores do Jacaminzinho no Cantá

Foto: Reprodução
Morador disse ainda que comunidade pode ficar ilhada já que não há outras formas para realizar travessia do rio
Por:
Categoria: Roraima

O morador Miguel Anderson de Souza, de 38 anos, denunciou à reportagem nesta sexta-feira (22) uma obra inacabada na principal ponte que dá acesso à Comunidade Jacaminzinho, no Cantá, região Norte de Roraima.

De acordo com ele, parte dos moradores podem ficar ilhados no local, já que uma das formas de travessia, foi tomada pelas águas do rio, devido o período chuvoso.

Obras paradas

Miguel ainda conta, que há um mês, havia presença de uma equipe no local, no entanto as obras permanecem paradas. Da mesma forma, os trabalhadores teriam sido retirados do local para atender um outro ponto na região.

“Eles tiraram as equipes que estavam fazendo a ponte pra recuperar uma outra [ponte] na Comunidade do Taboca após a queda de uma ‘cabeceira’ […].

Cobranças

O morador também disse que a comunidade já fez cobranças as autoridades, no entanto não resolveram o problema.

“Somos os moradores mais antigos por aqui e dizem que no momento não tem como nos ajudar e que agora é só esperar a água para nos ajudar, mas agua não vai abaixar agora, isso o inverno só tá começando.” explicou Miguel.

Miguel ainda pede providências, já que as fortes chuvas podem agravar ainda mais a situação no local.

“Vamos ficar sem passagem. Daqui há alguns dias acaba o rancho, não temo como passar um carro, se alguém adoecer não tem onde sair […] Tenho uma irmã com deficiência física o que agrava ainda mais a situação.”

Transporte escola

Miguel Anderson também denunciou a falta de transporte escolar na região. De acordo com ele, as crianças estariam sem ir à escola porque o ônibus que fazia o transporte dos alunos, deixou de circular no local.

“O micro-onibus ficou ilhado, e não está servindo para os alunos. Antes ele só estava cumprindo um horário que era pela manhã devido a falta de motorista a tarde. Mas agora com a situação da ponte, não está passando nenhum horário mais. Tenho três filhos, e eles estão sendo prejudicados.”

Citado

A reportagem entrou em contato com governo de Roraima para posicionamento sobre o caso. Por meio de nota, A Secretaria de Infraestrutura (Seinf) disse que a ponte foi desmontada e que vai ser construída.

Disse ainda que enviou uma equipe da Defesa Civil ainda nesta sexta-feira (22) para auxiliar os moradores que precisarem de deslocamento e que trabalhadores estão no local, no entanto, devido ao volume de águas as obras se encontram paradas.

Já sobre a falta de motorista para os transportes escolares para atender alunos na localidade, o governo disse apenas que vai enviar ônibus e que aguarda vistoria por parte do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RR) para que o procedimento ocorra.