Obra inacabada nas estradas de Roraima deixa 17 famílias ilhadas e alunos impedidos de estudar no Cantá

Foto: Roraima em Tempo
A moradora Sheila Mesquita de Carvalho relatou que alunos precisam atravessar uma mata para irem à escola
Por:
Categoria: Roraima

Sheila Mesquita de Carvalho, moradora da vicinal Rio Branco, no município do Cantá, Norte de Roraima, denunciou à redação nesta quarta-feira (1º) que 17 famílias estão ilhadas devido a uma obra inacabada em uma estrada e vários pontos de alagamento na região.

Conforme a moradora, a via dá acesso a outros municípios, vilas e vicinais. Impedidas por um buraco que atravessa a estrada, as pessoas que moram no local não conseguem ir à outros lugares. Além disso, os estudantes pararam de ir para a escola, que há pouco tempo havia retornado ao formato presencial.

“Estava com uma semana que as crianças começaram a frequentar a escola. Aí com isso, as crianças pararam de novo porque não tinha como pegar o transporte escolar”, relatou.

Ela explicou a que única forma dos moradores saírem da vicinal é ao cruzarem uma mata por aproximadamente 20 metros.

Em um dos vídeos enviados à redação pela denunciante, ela mostra a situação. Dessa forma, Sheila relata que precisa caminhar por pelo menos 1km para buscar a filha no veículo escolar.

“Como a gente se desloca de lá só assim. Nós estamos ilhados mesmo […] aí com isso, as crianças pararam de estudar porque não tem como pegar o transporte escolar. E os pais não são doidos, não é? De deixar as crianças atravessarem o varador sozinhas”, disse.

Ainda de acordo com Sheila, a obra, que iniciou no último dia 23, está parada. A empreiteira responsável não explicou o porquê da interrupção.

Citados

Governo de Roraima afirmou por meio de nota que, com a estrada alagada, não há como a empresa contratada continuar a execução dos trabalhos na localidade. Dessa forma, no momento que houver estiagem das chuvas, os serviços serão retomados.

Disse ainda que as equipes da Defesa Civil estão fazendo a baldeação de pessoas que precisam se deslocar, como também colabora na remoção para casas de parentes e amigos