Orkut está de volta, Fundador promete novidades

Foto: G1 RR
Rede social foi sucesso nos anos 2000 e conquistou 300 milhões de usuários ao redor do mundo. Anúncio foi feito dois dias após compra do Twitter por Elon Musk.
Fonte: G1
Por: Paola Patriarca
Categoria: Internacional

O site oficial do Orkut foi reativado nesta quarta-feira (27) com uma mensagem do seu fundador, o engenheiro turco Orkut Buyukkokten.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram
  •  No anúncio, ele afirma que está construindo algo novo, o que deixa a entender sobre uma possível reativação da extinta rede social do Google, que foi criada em 2004 e durou 10 anos.
  • Eu

    O anúncio, em inglês e português, foi feito dois dias depois que Elon Musk fechou um acordo para comprar o Twitter por US$ 44 bilhões. A compra dividiu a opinião dos usuários e muito deles passaram a pedir a volta do Orkut.

    Após a reativação do site, o possível retorno da rede social se tornou um dos assuntos mais comentados. “Se o Orkut voltar serei a pessoa mais feliz”, escreveu um perfil no Twitter.

    Os usuários não poderão recuperar suas fotos antigas no Orkut. Essa opção era oferecida pelo Google, antigo proprietário da rede social, mas foi desativada há alguns anos.

    sou um otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. É por isso que criei a primeira rede social do mundo quando era estudante de pós-graduação em Stanford. É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!”.

    Sucesso dos anos 2000

     

    No texto, Orkut ainda fala sobre o sucesso da rede social na época, que chegou a conquistar ao longo dos anos mais de 300 milhões de usuários ao redor do mundo.

    “Acredito que o orkut.com encontrou uma comunidade porque reuniu tantas vozes diversas de todo o mundo em um só lugar. Trabalhamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde o ódio e a desinformação não fossem tolerados”.

    Ele ainda enfatiza sobre o crescente ódio encontrado nas redes sociais.

    “O mundo precisa de bondade agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e distantes entre si. Sempre acreditei que uma amizade é mais do que um pedido de amizade, e dediquei minha vida a ajudar milhões de vocês a construir conexões autênticas com seus vizinhos, familiares, funcionários e os belos estranhos que entram em suas vidas”.

    ” Eu quero que você seja capaz de ser seu verdadeiro eu, online e offline. Eu quero que você seja capaz de fazer conexões que grudem. Eu quero ajudá-lo a fazer isso com todo o meu coração”.