Policiais acham buraco em teto de cela e frustram tentativa de fuga no maior presidio de Roraima

Foto: Divulgação
Fiscalização realizada nesta quarta-feira (30) também encontrou pedaços de ferro escondidos em um ralo e em um vaso sanitário.
Fonte: G1
Por:
Categoria: Roraima

Uma tentativa de fuga na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), na zona Rural de Boa Vista, foi frustrada na tarde desta quarta-feira (30) depois que policiais penais encontraram um buraco no teto de uma das celas. A informação foi divulgada pelo governo do estado.

Além do buraco, os servidores também encontraram pedaços de ferro escondidos em um ralo e em um vaso sanitário. A fuga estava sendo planejada a partir de uma cela da ala 1. A unidade é administrada pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).

A tentativa de fuga foi descoberta após a equipe de segurança “ouvir barulhos suspeitos” e receber algumas informações sobre o plano. Ao fiscalizarem a cela, os policiais entraram um buraco com escavação avançada, “faltando pouco para o rompimento na laje superior”.

Equipe também encontrou pedaços de ferro escondidos no vaso sanitário e no ralo — Foto: Divulgação/Sejuc

Equipe também encontrou pedaços de ferro escondidos no vaso sanitário e no ralo — Foto: Divulgação/Sejuc

A última fuga na Pamc ocorreu em dezembro do ano passado, quando dois detentos escaparam enquanto faziam trabalhos na unidade. Até então, a Penitenciária estava há três anos sem registrar este tipo de situação.

Atualmente, a vigilância dos presos é realizada por policiais penais que assumiram a segurança da unidade no lugar dos agentes federais da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), removidos em novembro passado.

A FTIP havia assumido a unidade no final de 2018, quando Monte Cristo havia sido classificado como uma “bomba relógio prestes a explodir“. Depois disso, o controle da unidade foi retomado.