Sem forças dentro do PP, Hiran Gonçalves pode abandonar disputa pelo Senado

Foto: Reprodução
Fonte: O poder
Por:
Categoria: Roraima

Diante de uma possível
derrota na disputa pelo Senado nas eleições deste ano, o presidente estadual do Progressistas, o deputado federal Hiran Gonçalves, estaria decidido a disputar uma reeleição para
tentar se manter na Câmara Federal, mas está sendo vetado por fortes aliados do governador Antonio Denarium (PP).

As informações sobre a tensão nos bastidores são de fontes pró ximas ao governador e ao deputado federal Hiran Gonçalves, repassadas ao O Poder ao longo desta semana.

Conforme apurado pela reportagem Hiran tem certeza que não tem a mínima chance contra o presidente estadual do MDB, Romero Jucá, na disputa pelo Senado Federal. Jucá segundo recentes pesquisas de intenção de votos, garante a preferência do eleitorado roraimense.

Acontece que o secretário da Casa Civil, Flamarion Portela, não admite que Hiran volte a concorrer vaga para a Câmara. Isso porque a esposa dele, Angela Portela é pré-candidata a uma vaga e é bem vista na sociedade e, por isso, teria chances de ser eleita na avaliação de membros do partido. Sem cogitar disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE RR) porque feriria seu ego político, Hiran estaria sonhando com a possibilidade de ser vice de Denarium. Porém, a articulação política do senador Mecias de Jesus, lider do Republicanos, essa possibilidade seria nula. Mecias garantiu, ao longo dos meses, que o vice de Denarium será do Republicanos.

Ainda conforme fontes, embora tentam mostram que em público estão alinhados, nos bastidores Denarium, Hiran e Mecias estão à beira de uma crise.

Entramos em contato com o Deputado Federal Hiran Gonçalves, mas não obtivemos resposta.