Servidores da Saúde protestam após atraso no pagamento, ”Já estamos 45 dias sem receber”

Foto: Roraima em Tempo
Governador Antonio Denarium anunciou pagamento dos servidores do Estado na manhã desta quinta-feira (26)
Por:
Categoria: Roraima

Os servidores seletivados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) realizam manifestação na manhã desta quinta-feira (26) para cobrar pagamento do Governo do Estado.

O governador Antonio Denarium (PP) anunciou pagamento dos servidores do Estado na manhã desta quinta-feira nas redes sociais. “Servidor valorizado é servidor feliz e com vontade de trabalhar!”, disse.

Conforme a técnica em enfermagem Cristine da Silva, o governo pagou apenas os funcionários de nível superior. Já os técnicos estão há 45 dias sem receber.

Ela disse ainda que o RH da Sesau informou que o pagamento está sendo realizado por categoria por falta de verba.

“Agora vamos ter que esperar mais 30 dias, fazendo um total de 75 dias p receber”, lamentou.

Cristine disse ainda que os servidores não recebem salário desde que entraram no governo.

Do mesmo modo, a técnica em enfermagem Eliane Gomes afirmou que ficou muito triste, pois esta é uma surpresa desagradável.

“Hoje para nossa surpresa na hora que abrimos nossa conta, pois o governo falou que estaria na conta de todos os servidores do Estado e para nossa surpresa os seletivados não receberam. Então nós ficamos muito tristes porque temos nossas contas a pagar, nossos compromissos e agora essa surpresa desagradável”, disse.

A reportagem  entrou em contato com a Sesau e aguarda resposta.

Alvo de denúncias

A convocação dos novos servidores da Sesau ocorreu em abril após uma série de denúncias de irregularidades na realização do processo seletivo.

Selecon, banca responsável pelo certame 001/2022, divulgou o processo de seleção com vagas para nível superior, médio, técnico e fundamental em janeiro deste ano, já o resultado preliminar foi divulgado no dia 5 de março.

Conforme o edital, a seleção ocorre em etapa única, para a avaliação de títulos. No entanto, de acordo com uma denúncia, a banca não cumpriu o que pede no edital a respeito da comprovação de experiência profissional.

Isto porque, segundo um dos itens do certame, os candidatos deveriam comprovar a experiência profissional somente na área da função em que se inscreveu. Contudo, o denunciante explicou que alguns selecionados no resultado preliminar usaram da experiência no cargo de técnico em enfermagem para pleitear vaga no cargo de enfermeiro.

“Temos colegas que se formaram recentemente em enfermagem e colocaram 10 anos de experiência profissional como técnico de enfermagem. A Selecon por um erro gravíssimo computou esses anos de técnico em enfermagem na função de enfermeiro, sendo que o técnico de enfermagem é uma profissão distinta do enfermeiro”, explicou o denunciante.

Após a publicação da matéria, diversas denúncias ocorreram pelo mesmo motivo.

Anteriormente, outros candidatos relataram que não conseguiam acessar o site da Selecon para enviarem os recursos. Além dos recorrentes transtornos com o sistema, eles também disseram que a empresa não atende as ligações.

“Tentei encaminhar os recursos do certame, referentes à classificação, e não consegui, pois, a plataforma não carrega. Por isso, liguei diversas vezes e não me atenderam”, disse um dos denunciantes.

Retificação

Após as denúncias feitas aa reportagem, a empresa resolver retificar o edital. Desse modo, divulgou um documento com o novo cronograma do das fases do certame.

A Sesau decidiu que o Edital do Processo Seletivo deveria ser retificado, com reanálise dos títulos de experiência já enviado pelos candidatos.