STF volta atrás e ordena retomada de processo de cassação de Jalser Renier

Foto: Divulgação
Ministro Alexandre de Moraes suspendeu o processo de cassação na quarta-feira (23), na véspera da perda do mandato do parlamentar ir à votação na Assembleia Legislativa de Roraima. Nova decisão foi publicada nesta sexta-feira (25).
Fonte: G1
Por:
Categoria: Roraima

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou nesta sexta-feira (25) a retomada do processo de cassação do deputado estadual Jalser Renier (SD). O parlamentar é suspeito de mandar sequestrar o jornalista Romano dos Anjos e, por isso, foi acusado de quebra de decoro.

No despacho publicado na tramitação da ação no STF, Moraes diz que reconsidera “parcialmente a decisão no tocante à suspensão de procedimentos administrativos disciplinares instaurados em face do Requerente Jalser Renier Padilha, os quais poderão tomar seu curso regular”.

Na quarta-feira (23), a decisão do ministro pelo retorno do deputado à presidência da Assembleia Legislativa de Roraima (Ale-RR), também suspendeu o andamento da cassação.

O processo foi aprovado nas Comissões de Ética e Constituição e Justiça e já iria para decisão final na quinta-feira (25). Caso fosse aprovado por 13 dos 24 deputados, ele perderia o mandato.

Jalser Renier estava afastado da presidência da Ale-RR, também por decisão do ministro Moraes, desde janeiro de 2021. Nos primeiros atos após retornar ao cargo, Jalser exonerou pessoas ligadas ao agora ex-presidente e adversário político Soldado Sampaio (PCdB) e fez mudanças no alto escalão e nas comissões da Casa. As trocas foram publicadas no Diário Oficial de quinta-feira (24).

Nas comissões permanentes da Casa, as mudanças foram feitas na de Ética Parlamentar e na de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ), até então responsáveis pelo processo de cassação do parlamentar, que iria para decisão final nessa quinta.

*Está matéria esta em atualização